Marcelo Torca
Cultura e Arte!
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato
Textos
Reciclagem, Educação e Meio Ambiente.

Entrevista concedida ao músico e escritor Marcelo Torca de José Clauco Dino da Motta, morador da cidade de Paulicéia/SP, e trabalhador da Reciclagem, onde faz coletas pela cidade de materiais recicláveis, ajundando a conservar o meio ambiente.

MT - Por que reciclar?
José Motta - Faz parte do ramo, é uma forma de querer bem ao país, de ajudar a população.

MT - Problemas da reciclagem, o que incomoda?
José Motta - Como a reciclagem é feita longe da fábrica, falta mais instrução para saber como deve ser feita a embalagem e a separação adequada. Só a garrafa PET vai separado, mas balde, garrafa de detergente não vão. Seria importante haver essa separação, e cada um com seu valor. O papelão vai separado, papel também, mas há pouco valor no papel.

MT - O que a população pode contribuir?
José Motta - Com vontade, separando o lixo doméstico do material de reciclagem. É uma contribuição importante fazer uma pré-separação em casa.

MT - Quanto tempo trabalha com reciclagem?
José Motta - Oito anos, e neste tempo o que mais saiu foi PET e plástico fino. Com dois meses já é possível ajuntar uma carga de caminhão. Sempre trabalhando sozinho.

MT - Como surgiu a idéia de comemorar com as crianças o 12 de Outubro?
José Motta - A escola ajuda a ajuntar material para reciclagem, numa campanha envolvida em parceria com a escola. Todo 12 de outubro, o Sr. José faz uma festinha com os alunos da escola, para incentiva-los a manter a reciclagem, com o apoio dos alunos, a campanha pela reciclagem toma corpo.

MT - As épocas de coletagem.
José Motta - Fim de mês tem, final de ano são épocas que tem mais material. Nas datas festivas tem uma boa coletagem, e no ano novo, é uma das épocas que mais se coleta. Em épocas festivas, o material para reciclagem tem mais valor pela qualidade. 

MT -  Reciclagem dá mão de obra.
José Motta - As embalagens tem de ser amarradas, ajuntadas, é muito trabalho no momento de separar papel de plástico e vidro. Organizar significa ganhar tempo e dinheiro em reciclagem. Como o plástico é liso, é preciso deixa-lo amarrado, para no momento de transportar para o caminhão, não perder tempo.
Marcelo Torca
Enviado por Marcelo Torca em 31/03/2007
Comentários